Saiba como utilizar seu FGTS para comprar um imóvel

Reading time: 2 minutes

O saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um recurso muito útil para quem deseja amortizar parte do valor do financiamento ou para completar a oferta de compra ou construção de um novo imóvel.

O FGTS funciona como uma poupança para quem trabalha com carteira assinada. Também têm direito ao benefício os trabalhadores rurais, temporários, safreiros, avulsos e atletas profissionais. Mensalmente, o empregador deposita cerca de 8% do valor do seu salário em uma conta específica. Quanto mais o tempo passa, mais essa poupança cresce. O dinheiro, no entanto, só pode ser retirado em situações previstas em lei, como após demissão sem justa causa e para a conquista da casa própria.

Hoje, o teto para compra de imóveis com recursos do FGTS é de até R$ 1.500.000,00 para os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. Para os demais estados, o teto é de R$800 mil.

No entanto, para conseguir a liberação do dinheiro do fundo para a compra da casa própria, é preciso se enquadrar em algumas regras. Conheça:

CONDIÇÕES PARA USO DO FGTS

Você só pode utilizar o seu saldo do FGTS na aquisição ou construção de um novo imóvel sob as seguintes condições:

– Ter no mínimo três anos consecutivos de trabalho sob o regime do FGTS, mesmo que em períodos ou empresas diferentes;

– Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH);

– Não ser proprietário de imóveis residenciais, concluído ou em construção, no município onde mora ou trabalha;

– O imóvel ou terreno deverá estar localizado no mesmo município onde você trabalha ou reside;

– Em caso de imóveis em outro município, deve comprovar que vive na região há pelo menos um ano.

Lembre-se: o saldo do FGTS só pode ser utilizado para a aquisição de casa própria, sendo vetado o uso do recurso nos seguintes casos:

– Aquisição de imóvel comercial;

– Reforma ou ampliação do seu imóvel;

– Compra de terrenos sem construção ao mesmo tempo;

– Compra de material de construção;

– Aquisição de imóveis residenciais para familiares, dependentes ou outras pessoas.

DOCUMENTAÇÃO

Comprador Pessoa Física (PF)

– Documento oficial de identificação (RG)

– Cadastro de Pessoa Física (CPF)

– Comprovação de Estado Civil

– Comprovante de renda

Uso do FGTS

– Última declaração do Imposto de Renda e recibo de entrega à Receita Federal

– Carteira de Trabalho ou Extrato de FGTS

Imóvel

– Certidão Atualizada de Inteiro teor da Matrícula

MAXIMIZANDO O USO DO FGTS

Para ter sempre o menor saldo de FGTS possível, quando houver saldo suficiente, pague 80% das próximas 12 prestações. Esse pedido deve ser renovado a cada 12 meses.

Além disso, a cada 24 meses, o devedor deverá solicitar a amortização do principal com a redução do número de parcelas, o que resultará em uma redução do total de juros pagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *